Acredite ou não: a caixa de transporte é bem-estar para seu cão.


A caixa de transporte é a eterna vítima de preconceito pelos tutores de cães: acham que o dog detesta ficar fechado lá, que é injustiça e tal. Mas os estudos sobre o comportamento da espécie confirmam totalmente o inverso. Numa caixa, os dogs se sentem seguros uma vez que na natureza os dogs são animais que buscam tocas para dormir, se aquecer e ficar em segurança de predadores ou situações deletérias.


Obviamente que não se deve deixar o dog na caixa por horas seguidas seja para retirá-lo do convívio social ou como punição. Isso jamais. Ela deve ser aquele cantinho gostoso, seguro e prazeroso.


A habituação do dog à caixa deve ser feita por profissionais especialistas em treinamento e comportamento, que saberão trabalhar a relação do animal com o acessório da forma correta, oferecendo os estímulos necessários para isso — e quanto mais cedo melhor.


E aí você vai perguntar: se é natural para o dog gostar de toca, porque deve ter esse período de habituação? E eu respondo: porque ele agora é um animal doméstico, que não tem mais a natureza e consequentemente tocas à sua disposição. Ele mora na sua casa, mas ele tem a necessidade de manter comportamentos naturais de sua espécie. A caixa é uma forma de você, humano, colaborar com isso.


Além do bem-estar que a caixa oferece como o cantinho de refúgio do cão, existem muitos outros benefícios.

• para viagens de automóvel, a caixa mantém o animal em segurança. No caso de um acidente, por menor que seja, o cão dentro da caixa presa adequadamente no automóvel estará mais seguro, tanto a lesões quanto a fugas. E ainda é a forma validada pela Legislação de Trânsito (além do cinto de segurança). Entre cinto de segurança e caixa, a caixa ainda é mais segura.

• no caso de surgir uma necessidade de uma viagem aérea, se o dog estiver habituado à caixa, tudo será mais tranquilo para ele.

• para cães que tem medo de trovão ou fogos, a caixa será o refúgio ideal.


E como escolher uma caixa ideal?

Meça o cão do focinho ao rabo e dê uma sobra de mais um palmo. A largura da caixa de transporte deve ser de, no mínimo, o dobro da medida das costas do animal. Esse tamanho deve ser o suficiente para que o cachorro consiga dar a volta em torno de si mesmo.


Por isso, tutores: fiquem de bem com a caixa. Ela só vai deixar seu dog ainda mais feliz e pleno.


#chateaudosbichos #atividadesparacães #comportamentocanino #etologia #caixadetransporteparacães #caixadetransporte


66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo